Enquanto o Android tem maior participação de mercado, o iOS ganha em todos os outros quesitos

Falar que o Android está ganhando participação de mercado, em um setor anteriormente dominado pelo iOS, está virando um prato cheio para os defensores do Google contra a gigante de Cupertino. Mas será que isso é verdade? Quer dizer, será que isso realmente é importante e relevante? A resposta rápida é “sim”, mas analisando o cenário com mais calma…

Guerra: Apple vs. Android

Vejamos: o Android está ganhando em cotas de mercado, só que, desde sempre, consumidores da Apple gastam mais dinheiro no ecossistema da Maçã do que aqueles que utilizam o sistema do Google.

O Android está ganhando em market share, mas a Maçã vem conseguindo abocanhar mais de 70% dos lucros da indústria de celulares (não só smartphones como telefones comuns também). O restante é praticamente todo da Samsung, que investe dez(!) vezes mais do que a Apple em marketing e em promoções para ajudar na divulgação e na comercialização de seus produtos.

O Google é uma empresa de publicidade. É desse mercado que vem os lucros exorbitantes da empresa e foi exatamente por isso que ele criou o Android, para ganhar com publicidade móvel. Mas a verdade é que dois terços das receitas de publicidade móvel da companhia provém de iDevices. É uma conta louca, não é? Mesmo com três vezes mais mercado, o Android não supera o iOS em uso. A resposta para isso é simples: facilidade de uso do ecossistema da Apple, quantidade, variedade e principalmente qualidade empregada nos aplicativos presentes na App Store. Resumindo: é a qualidade contra a mediocridade (mediano).

Pesquisas também apontam que 90% da receita do comércio eletrônico (lá fora) vêm de dispositivos equipados com iOS. No Brasil, 71% das compras através de dispositivos móveis foram feitas deiGadgets.

Se partirmos para o setor de jogos, 80% da receita de games vêm de dispositivos equipados com iOS. No quesito navegar na internet, a utilização deles chega a ser mais do que o triplo do que aparelhos equipados com Android em números totais. Em outro quesito, o de publicidade móvel, quase 70% é feito em aparelhos da Apple e não em dispositivos com Android.

As receitas de um desenvolvedor para iOS chegam a ser quatro vezes maiores do que de um desenvolvedor para Android; em tablets não poderia existir cenário pior para o Android, já que o iPad reina absoluto na web, impera em ativações no setor corporativo e no comércio eletrônico. O Android lidera em participação de mercado com mais unidades vendidas do que o iOS, mas o ecossistema do iOS domina em utilização real. A firma de Cupertino está reinando nas áreas as quais realmente importam.

O que vemos hoje na mídia especializada não é diferente de antigamente. A Microsoft ia acabar com a Apple e com o Macs, os iPods seriam dominados por alguma outra concorrente, a Apple ia morrer senão lançasse um netbook, o iPhone estava fadado ao fracasso, entre outras coisas. O que estamos assistindo são títulos altamente tendenciosos, dizendo que o Android está matando a Apple e o iOS. O problema é que a única métrica utilizada para isso é participação de mercado, mas falar dela e não de outras esconde alguns números iguais ou mais importantes dessa disputa.

Outro ponto que vem sendo questionado é que a Apple pode perder ainda mais mercado, caso ela não lance um iPhone de baixo custo. Ora, mesmo que ela não lance, os números por si só já mostram que a gigante de Cupertino não precisa se preocupar diante de tantos resultados positivos.

E tem gente achando que Tim Cook está perdido, que a Apple está acabada… 😛

 

Via MacMagazine

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s